Comunidade quilombola de Moreiras, em Rio Espera, celebra sua padroeira

Durante os dias 5 a 8 de setembro, a comunidade quilombola de Moreiras, na Paróquia de Nossa Senhora da Piedade, em Rio Espera, celebrou sua padroeira Santa Efigênia. Todos os anos, a festa é antecipada do dia 21 de setembro, pois nessa data a paróquia está realizando o centenário da padroeira paroquial, Nossa Senhora da Piedade.

As festividades em honra a Santa Efigênia foram iniciadas, no dia 5 de setembro, com o tríduo de preparação, procissão e celebração eucarística, às 19h, presidida por padre Wenderson José da Silva, pároco de Rio Espera. “Durante os dias 6 e 7 tivemos procissão, celebração da palavra e outras atrações como barraquinha, leilões, sorteio de prendas e até um forrozinho. No dia 8 tivemos a grande festa, com o tradicional reinado, celebração eucarística, seguindo com de uma a procissão com a imagem da padroeira pelas ruas da comunidade, e um jantar de confraternização”, explicou o morador da comunidade, José Euzébio.

Para abrilhantar os festejos, a banda de congado da comunidade e a Corporação Musical Glorience, da cidade de Caranaíba, estiveram presentes. Durante o tríduo, várias comunidades da paróquia e das paróquias vizinhas participaram das celebrações. “Esse intercâmbio com outras comunidades vem nos enriquecendo muito. Além de revermos nossos amigos, aprendemos com a troca de experiências e também aumentamos o prestígio da festa”, ressalta José Euzébio.

A comunidade

A comunidade quilombola de Moreiras, em Rio Espera, é formada por maioria de afrodescendentes, pessoas humildes e sofridas, porém um povo de muita fé. Segundo José Euzébio, a comunidade está passando por um processo de organização e registro da associação. “Queremos atender da melhor forma as pessoas que passaram pela comunidade”, disse.

Comentários

PortalLafaiete.com.br Política de Comentários

Use e abuse do espaço, mas lembre-se de todas as regras antes de participar!

Por favor leia nossa política de comentários antes de comentar.

Participe da discussão...