Incêndio de grandes proporções na região das Vertentes deixa rastro de destruição e morte

Na segunda-feira, 10, bombeiros de São João del-rei foram acionados a comparecer no município de Coronel Xavier Chaves, mais precisamente nos povoados de São Caetano e Jacuba, onde, segundo agricultores e produtores rurais, um grande incêndio devastava aquela região desde a noite do último sábado, 8.

No local, que fica às margens da rodovia MG-415, interligada pela MG-383, os bombeiros verificaram junto a um produtor rural, de 31 anos, que possui um grande canavial onde produz cachaça artesanal que informou que o incêndio iniciou-se em uma mata nativa de sua propriedade às margens da rodovia onde o mesmo evitou que o incêndio atingisse uma nascente d'água e o mesmo conseguiu controlar o incêndio até a manhã de domingo.

Entretanto, as chamas avançaram atingindo um terreno vizinho onde destruiu um eucaliptal em uma área aproximada de 20.000 m2, de um produtor rural de 27 anos, que mesmo com a ajuda de seus funcionários não conseguiram controlar o incêndio.

Os bombeiros somente foram acionados na manhã da segunda-feira e durante todo o dia combateram o incêndio. De acordo com os militares, uma grande área de mata nativa foi destruída com árvores exóticas, ipês, jacarandás, candeias e plantas de vegetação rasteira de cerrado. Por volta das 20 horas, os trabalhos foram encerrados e na terça-feira, 11, uma equipe retornou ao local para serviços de rescaldo.

Segundo os militares, que atuaram na ocorrência, por diversas vezes eles se depararam com animais mortos como répteis, mamíferos, aves e roedores. Além do rastro de morte, o incêndio prejudicou nascentes d'água em toda a extensão que deságuam em cachoeiras. O fogo destruiu uma área aproximada de 100.000 m2.

A Polícia Militar foi acionada para os demais trabalhos que ficou de repassar o caso também à Polícia de Meio Ambiente.


Queimada é crime


Em grandes e ou menores proporções, as regiões do Alto Paraopeba, Vale do Piranga e Campo das Vertentes tem sofrido com os incêndios. O período de seca e às vezes a irresponsabilidade de alguns, agrava a situação.

Com isto, sofre o meio ambiente, a fauna e a flora. É cada vez mais comum, a presença de animais silvestres no meio urbano. Com as queimadas, muitos deles procuraram as cidades para refugiar e encontrar alimento. É sempre bom lembrar que promover queimadas é crime.

Comentários

PortalLafaiete.com.br Política de Comentários

Use e abuse do espaço, mas lembre-se de todas as regras antes de participar!

Por favor leia nossa política de comentários antes de comentar.

Participe da discussão...