Obras estão tornando entorno de praça mais bonito e confortável em Congonhas

Avança a obra de requalificação da área central de Congonhas. Na praça Portugal, falta somente o trecho debaixo do pontilhão da linha férrea para terminar o calçamento. O paralelepípedo já foi recolocado também em toda a extensão da avenida Governador Valadares e rua Vítor de Freitas. Serão contempladas ainda a rua Benedito Quintino, já em obras, as pracinhas do Clube Ideal e do supermercado,  a exemplo da praça Dom Helvécio, localizada no pé da Ladeira Bom Jesus, e a escadaria da Estação Ferroviária.

Antes, a Prefeitura realizou obras de drenagem e rebaixamento de boa parte das vias, inclusive debaixo do pontilhão para facilitar a passagem dos veículos, e as concessionárias, igualmente tiveram de rebaixar suas redes de água e esgoto, eletrificação e telefonia.

Como as ruas foram rebaixadas, estão sendo instalados guarda-corpos nos passeios. Estes serão calçados com pedra de quartzito Ouro Preto, alargados, receberão piso podotátil. Em pontos estratégicos, estão sendo criadas passagens elevadas, o que irá garantir acessibilidade a todos os pedestres e um trânsito mais organizado no Centro da cidade.

A escadaria da antiga Estação Ferroviária de Congonhas está sendo reconstruída. Degraus e patamares de descanso estão sendo revestidos com pedra quartzito Ouro Preto e granito. As pedras dos muros receberão limpezas. A balaustrada será mantida por compor o estilo arquitetônico da estação ferroviária e receberá manutenção e pintura.

Em frente à escada, na rua Vítor de Freitas, fica o antigo Hotel do Jucão, que foi desapropriado pela Prefeitura que irá restaurá-lo para criação do Memorial da Cultura Popular. A Secretaria de Planejamento e a Diretoria de Patrimônio Histórico, ambas da Prefeitura, já fizeram o anteprojeto arquitetônico e confeccionam agora o projeto executivo, que serão apresentados ao IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Após aprovação, aquele espaço entrará em obras.

A requalificação do Centro de Congonhas, que se encontra em área de ambiência histórica, segue o conceito criado, no Governo anterior, pela equipe da arquiteta e urbanista, Maria Caldas, que requalificou o Centro de BH e a Savassi, juntamente com equipes da Prefeitura e a população, que participou de Audiências Públicas sobre o tema, realizadas na Romaria.

A ideia é tornar a região utilizada por pedestres e motoristas de toda a cidade mais funcional, confortável e bonita. Nesta região da cidade, encontram-se praças, agências bancárias, lotéricas, Prefeitura, Câmara Municipal, comércio e residências, portanto é o local de maior circulação de pessoas da cidade e precisava deste cuidado.

Proprietário da Drogaria Rezende, Antônio Tiago Rezende afirma: “Nós aqui dessa região da praça Portugal e adjascências temos muito que agradecer à Prefeitura por esta obra, porque estamos aqui há mais de 50 anos e sempre tivemos muitos transtornos com o viaduto e infraestrutura de saneamento básico. O serviço começou em 10 de janeiro, não foi fácil no primeiro momento por causa da chuva. Mas agora estamos vendo a beleza que está ficando. A obra foi muito bem feita. A logística da empresa funcionou muito bem”.

Em Congonhas, já foram contempladas as praças JK e Mário Rodrigues Pereira no Governo anterior, além de avenidas Marechal Floriano Peixoto e JK, como o Quarteirão Açominas, durante a atual Administração Municipal. Os traços arquitetônicos da requalificação da área central de Congonhas foram cuidadosamente elaborados para que estejam em harmonia com as do Santuário do Senhor Bom Jesus de Matozinhos.

Comentários

PortalLafaiete.com.br Política de Comentários

Use e abuse do espaço, mas lembre-se de todas as regras antes de participar!

Por favor leia nossa política de comentários antes de comentar.

Participe da discussão...